BLOG

Sou psicólogo: preciso ter um CNPJ para trabalhar com convênio médico?

Publicado em 14/04/2022

Essa dúvida é muito comum entre os psicólogos recém formados, mas é muito importante que mesmo que ainda não esteja atuando na psicologia tenha conhecimento sobre os benefícios e malefícios das modalidades de trabalho da sua profissão. 

BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS DE SE CREDENCIAR A UM CONVÊNIO

Entenda AGORA se essa parceria faz sentido para você

Como em várias áreas profissionais existem benefícios e malefícios em cada ação tomada, e com o credenciamento dos psicólogos em convênio também é assim. 

A maior desvantagem do credenciamento a um plano de saúde é o valor baixo pago aos profissionais, isso acontece porque geralmente os planos de saúde não pagam ao profissional pelo retorno no paciente, fazendo com que tenha mais atendimento, o que pode causar reclamações dos pacientes por conta de atraso ou consultórios frequentemente lotados. 

Por outro lado, claro que fazer essa parceria também pode gerar benefícios. Veja mais.

Principalmente para os profissionais iniciantes o benefício mais comentado é a oportunidade de dar visibilidade ao seu trabalho, isso pode aumentar significativamente o número dos seus clientes. 

PARA ME CREDENCIAR A UM CONVÊNIO, PRECISO TER CNPJ?

Você já viu os benefícios, agora saiba se precisa de um CNPJ para se credenciar

A resposta é: DEPENDE! 

Cada Instituição é livre para determinar os documentos necessários. Geralmente, essas empresas solicitam o CNPJ, pois exigem nota fiscal para comprovação da prestação do serviço. 

De toda forma é necessário que seja feita uma análise personalizada diante do seu faturamento para entender se já está no momento certo de abrir o seu CNPJ.

Descubra se já está no momento de registrar a sua empresa.

Nossa equipe está preparada para fazer a simulação necessária para o seu negócio.

Clica nesse link do WhatsApp e inicia uma conversa que vamos te auxiliar.

O QUE FAZER PARA ME CREDENCIAR?

Antes de se credenciar a um plano de saúde você precisa pesquisar, comparar, conversar e organizar.

  • Pesquisar: os planos de saúde mais adequado para o seu perfil, você precisa entender a forma de como cada plano funciona;

  • Comparar: os valores pagos por  cada convênio, cada instituição tem as suas regras, por isso, entenda a que comporta melhor com o seu perfil;

  • Conversar: com os seus colegas de profissão que já trabalham com plano de saúde, vale a pena ter opiniões de conhecidos; 

  • Organizar: a documentação necessária que a instituição solicitar, embora cada instituição tenha a sua lista de documentos necessários.

Principais documentos para se credenciar a um plano de saúde sendo pessoa física são:

  • Currículo, diploma, CPF e título de especialista do responsável técnico;
  • Comprovante da conta bancária;
  • Dados do local de atendimento.
  • Inscrição do Cadastro de Constituintes Mobiliários (CCM) ou Imposto Sobre Serviço (ISS) junto à prefeitura;
  • Certificado atualizado de inscrição da entidade junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • Alvará de funcionamento e da Vigilância Sanitária atualizados;
  • Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES);

Os principais documentos para se credenciar a um plano de saúde sendo pessoa jurídica são:

  • CNPJ atualizado;
  • Contrato social;
  • Ata de reunião;
  • CNES;
  • Comprovante de pagamento do ISS e da taxa de fiscalização de estabelecimento;
  • Alvará de vigilância sanitária e de funcionamento atualizado;
  • Currículo completo de todos os profissionais da clínica;
  • Relação descritiva do corpo clínico; e
  • Comprovante de conta bancária.

PSICÓLOGO PODE SER MEI?

Nãaaaaao, psicólogo não pode ser MEI. 

O MEI foi criado para agrupar profissões que não possuem um órgão regulador. Devido a possuir um órgão regulamentador os profissionais da psicologia ficam de fora da lista de profissões que podem ser MEI. 

Veja a lista completa das profissões que podem ser MEI. 

REGIME TRIBUTÁRIO PARA PSICÓLOGOS:

Primeiramente, o psicólogo precisa de uma análise personalizada do seu perfil, observando cada detalhe para que seja definida a sua forma de tributação. 

Solicite a sua analise pelo WhatsApp. 

Você terá muitas vantagens e benefícios em atuar como pessoa jurídica. Veja alguma delas:

1. Vantagens tributária: a economia em relação a prestação de serviço como pessoa física é bem significativa;

– Como pessoa física o seu impostos pode chegar aos 27,5% sobre o valor do seu faturamento. Já como pessoa jurídica esse valor pode ser reduzido para até 6%. Isso acontece por que como pessoa jurídica você pode se enquadrar no Regime de tributação Simples Nacional no anexo III.

Logo abaixo você verá a tabela de faixa de faturamento/alíquota de impostos do Regime Simples Nacional no Anexo III.

2. Acesso a empréstimos para a empresa: linha de crédito em instituições financeiras, empréstimos com juros baixos e até mesmo benefícios para aquisição de veículo são alguns dos benefícios de possuir um CNPJ.

Após a abertura da empresa, o psicólogo poderá escolher os três sistemas tributários existentes no Brasil, o Simples Nacional, lucro presumido e lucro real.

Simples Nacional:

É o modelo de tributação mais escolhido. Ele não é tão simples assim infelizmente, pois proporciona várias alíquotas específicas por faixas de tributação de acordo com seu faturamento anual e o tipo de atividade.

Lucro Presumido:

Nesse regime os impostos são pagos trimestralmente, para a escolha desse regime é necessário uma análise personalizada de acordo com o seu faturamento para essa escolha. 

Lucro Real

Não é indicado na maioria dos casos, pois não compensa para a maioria dos prestadores de serviços da área da saúde, principalmente no caso dos psicólogos.

Entra em contato com a nossa equipe agora e solicita a sua simulação personalizada para o seu cenário atual e gratuita.

Solicitar simulação.

×

Olá!

Clique aqui e tire suas dúvidas diretamente no WhatsApp

× Fale conosco