Gestor de Tráfego: Do ​​Conceito às Obrigações Legais

No mundo da publicidade digital, a figura do gestor de tráfego surge como uma peça-chave 🔑 para empresas que visam direcionar estrategicamente seus anúncios complexos para o público certo, no momento certo.

Esse profissional desempenha um papel crucial na maximização do impacto das campanhas de publicidade online, mas sua função não se limita apenas à criação de anúncios atraentes e à análise.

Para compreender plenamente o que é um gestor de tráfego, é necessário mergulhar no conceito por trás dessa função e também nas obrigações legais que cercam aqueles que optam por trilhar esse caminho.

Neste artigo, vamos explorar cada aspecto dessa jornada, desde o entendimento fundamental de que é um gestor de tráfego até as principais responsabilidades de impostos para gestor de tráfego.

Além disso, abordaremos as dúvidas comuns que surgem quando se trata de formalizar uma empresa nessa área, como a escolha do CNAE e o regime de tributação ideal.

O que é um gestor de tráfego?

Gestor de tráfego é o profissional responsável por colocar um produto desejado na frente de um potencial comprador no momento que ele deseja comprar.

Para ilustrar esse conceito, imagine que você está com fome no horário de almoço e assim que você abre seu Instagram aparece a foto de uma deliciosa refeição, exatamente com pratos que você adora comer, no meu caso poderia ser sushi ou carne assada na brasa.

Na imagem, uma costela do Outback sendo assada

O responsável por colocar essa foto de refeições que eu costumo consumir no horário que eu estou com fome é justamente o gestor de tráfego.

Um gestor de tráfego pago, também conhecido como gerente de anúncios ou especialista em publicidade digital, é um profissional ou especialista responsável por planejar, criar, monitorar e otimizar campanhas de publicidade paga em plataformas online, como Google Ads, Facebook Ads, Instagram Ads, Linkedin Ads, entre outras.

O principal objetivo do gestor de tráfego pago é direcionar tráfego de qualidade para um site, página de destino ou aplicativo móvel, a fim de alcançar metas específicas de marketing e negócios.

Principais responsabilidades de um gestor de tráfego:

As responsabilidades de um gestor de tráfego pago podem incluir:

1. Pesquisa de Palavras-chave e Segmentação: Identificar palavras-chave relevantes e segmentos de público-alvo para direcionar os anúncios de forma eficaz.

2. Criação de Campanhas: Desenvolver campanhas publicitárias, criando anúncios atraentes e mensagens persuasivas.

3. Definição de Orçamento: Estabelecer orçamentos para campanhas e monitorar os gastos para garantir que estejam alinhados com os objetivos.

4. Acompanhamento e Análise: Monitorar o desempenho das campanhas, coletar dados e analisar métricas-chave, como cliques, impressões, conversões e custo por clique (CPC).

5.Otimização de Campanhas: Com base nos dados coletados, realizar ajustes contínuos nas campanhas para melhorar o desempenho e maximizar o retorno sobre o investimento (ROI).

6. Testes A/B: Realizar testes de divisão (A/B testing) para determinar quais variações de anúncios são mais eficazes.

7. Relatórios e Comunicação: Preparar relatórios de desempenho e compartilhar informações com a equipe ou clientes para garantir transparência e alinhamento.

8. Ficar Atualizado: Acompanhar as tendências e mudanças nas plataformas de publicidade paga e nas práticas recomendadas para garantir que as campanhas estejam sempre atualizadas e otimizadas.

Um gestor de tráfego pago desempenha um papel crucial no sucesso das campanhas de publicidade online, ajudando as empresas a alcançar seus objetivos de marketing, como aumentar o tráfego do site, gerar leads, aumentar as vendas ou melhorar o reconhecimento da marca. Eles devem ser analíticos, criativos e estratégicos para maximizar o impacto dos gastos com publicidade online.

Diante de várias responsabilidades e preocupações, algumas das principais preocupações incluem a parte burocrática quando se torna uma empresa.

O principal objetivo de se tornar uma empresa é formalizar o negócio para garantir segurança ao seu cliente, mas também tem como propósito pagar menos impostos com uma menor carga tributária.

Vamos agora abordar as principais dúvidas que um gestor de tráfego pode ter no momento de formalizar sua empresa:

Quando é recomendado abrir um CNPJ para gestor de tráfego?

Isso pode variar de acordo com as particularidades de cada gestor mas na minha opinião os principais fatores são:

Você está obrigado a emitir nota fiscal?


Normalmente sim, pois o serviço de tráfego pago é um rendimento tributável e exigido pelas prefeituras a emissão de NFS-e.
Outro ponto considerável é que se trata de um serviço oferecido principalmente a empresas, onde toda empresa precisa comprovar seus gastos e investimentos através de documentos idôneos.

Seu faturamento está acima de 8 mil reais?

Na foto, vamos Pedro Sobral, um dos percursores da profissão de gestor de tráfego no Brasil

A partir de 8 mil reais a diferença de tributação como pessoa física x PJ começa a ficar cada vez mais relevante. Simulando um faturamento de 8 mil por mês, a tributação como pessoa física pelo desconto simplificado ficaria em R$ 11.360,23 anual de imposto de renda.

Já considerando o mesmo faturamento de 8 mil por mês como pessoa jurídica a tributação pelo anexo III do Simples Nacional ficaria em R$ 8.716,80 anual de impostos.

Neste cenário como PJ haveria uma economia anual de 2.643,43, quanto maior o faturamento maior ficará a vantagem como pessoa jurídica.

Se você deseja receber uma simulação personalizada para o seu cenário clique no botão abaixo e solicite a equipe da Ellun Contabilidade.

Qual o CNAE para gestor de tráfego?

CNAE é um termo técnico do mundo da contabilidade que significa Classificação Nacional das Atividades Econômicas, de forma simplificada significa um código e uma nomenclatura que especifica cada prestação de serviço.

Isso significa dizer que para cada prestação de serviço existe um CNAE específico.

A escolha adequada do CNAE é importante para definir qual a carga tributária que a empresa terá. E até o dia 05/09/2023 não existia um código especifico para o Gestor de trafego. Até que no dia 06/09/2023 ocorreu uma atualização no CNAE 6319-4/00 Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet e foi incluído a atividade Gestão de medição de tráfego digital na internet; ou seja, atividade para os gestores de trafego.

6319-4/00 Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet: Corresponde a prestação de serviços de gestão e medição de tráfego digital na internet (web); 

Qual o melhor regime de tributação?

A opção pelo regime de tributação define como a empresa recolherá seus impostos e quais são as alíquotas dos impostos. 

Escolher corretamente o regime de tributação para o gestor de tráfego consiste em optar pela opção mais economicamente viável na hora de pagar os impostos e de forma totalmente legalizada.

Entenda agora as principais diferenças dos regimes de tributação e porque o simples nacional pode não ser vantajoso para você.


Como fica a tributação no Simples Nacional:

Imposto para gestor de trafego:

A escolha pela tributação no Simples Nacional é determinada pela escolha do CNAE e anexo do simples. Além disso, a principal característica do Simples Nacional é o recolhimento dos impostos de forma unificada, através de um único boleto chamado de DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Dentro do Simples Nacional existem 05 anexos de tributação e cada CNAE está sujeito a um anexo.

Para os gestores de tráfego o Cnae 6319-4/00 Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet é tributado no anexo V do Simples Nacional porém podem também ser tributados no anexo III se a empresa utilizar da estratégia do Fator R.

Veja abaixo as alíquotas iniciais do Anexo V e III do Simples Nacional:

Anexo V – Alíquota inicial de 15,5% para faturamento de até R$ 15.000,00 mensal ou 180.000 anual.

Anexo III – Alíquota inicial de 6 % para faturamento de até R$ 15.000,00 mensal ou 180.000 anual aplicando a estratégia do Fator R.

Essa alíquota é aplicada sobre o faturamento total mensal da empresa.

Se você quiser saber mais sobre a Estratégia do Fator R clique aqui.

Ou veja esse vídeo:


Como fica a tributação no Lucro Presumido:

No Lucro Presumido os impostos são calculados em guias separadamente e com alíquota definidas para cada imposto:

Na prática você vai receber um boleto de pagamento para cada imposto. O valor da guia será calculado através do percentual do imposto multiplicado pelo faturamento.


Para encontrar o valor do seu imposto com base no seu faturamento, basta apenas multiplicar o valor do seu faturamento x o percentual abaixo:

PIS: 0,65%
COFINS: 3%
ISS: 2 a 5% (Variável de acordo com o município de localização da empresa.)

IRPJ : 4,80%
CSLL: 2,88%


A soma total das alíquotas representa 13,33% (com ISS a 2%) a 16,33% (com ISS a 5%).

Aqui vale uma estratégia onde, caso você utilize endereço fiscal, escolha um município que a alíquota do ISS representa 2% e não 5%.

Comparativo do Simples Nacional X Lucro Presumido

Saber escolher o regime de tributação significa saber como poupar na hora de pagar os tributos, já te apresentei as alíquotas de cada regime e abaixo temos uma tabela representativa com o valor total de impostos no SN x LP para cada faixa de faturamento.

Observe que:

  • Quanto maior o faturamento mensal maior o imposto dentro do Simples Nacional.
  • Quanto maior o faturamento mensal, o Lucro Presumido vai se tornando mais econômico.

Porque escolher uma contabilidade especializada em gestor de tráfego pago?

Se você vai oferecer seu serviço como gestor de tráfego e seu cliente entende o que você faz como gestor, compreende a importância de fazer um tráfego pago para alcançar de maneira mais rápida seus objetivos, concorda que o relacionamento profissional será descomplicado?

O mesmo fundamento vale no momento de contratar uma assessoria contábil. 

É importante que a contabilidade compreenda o que é um gestor, o que ele faz, qual a melhor forma de tributação para ele e esse conjunto de informações torna a relação entre o contador e o gestor de tráfego confiante e facilitado.

A Ellun Contabilidade entende o que você gestor faz e nós podemos te ajudar em toda a burocracia de formalização de empresa e na tributação. Não fique com dúvida, entre em contato agora mesmo e ajude uma consultoria gratuita.

TIRE SUAS DÚVIDAS NO WHATSAPP

Possui CNH?
Você precisa de qual certificado?