A importância da comunicação para transmitir autoridade 

Falar bem é, sem dúvida, uma competência desenvolvida durante toda a vida. Além disso, ter uma boa comunicação vai te ajudar no ambiente de trabalho, em uma reunião, em apresentações, no mundo online e em todos os aspectos da vida.

Para isso, você precisa dominar a arte de falar bem e evitar perder oportunidades por medo de falar. Mais ainda, saiba conduzir uma conversa espontânea e persuasiva para transmitir autoridade. Assim, ao aperfeiçoar sua habilidade de comunicação, você se abrirá para novas possibilidades e interações, enriquecendo tanto sua vida profissional quanto pessoal.

Por isso, nesse artigo você verá dicas de comunicação que vão fazer com que você  vire a chave da sua vida. 

Os aspectos do eu transmitir autoridade 

O primeiro passo para adquirir uma comunicação confiante é entender cada aspecto do seu eu. Por isso, listei as três principais características que você precisa aprender para cuidar e conhecer o seu Eu. 


1° Autoconhecimento:

Quanto maior for seu autoconhecimento, maior a sua chance de alcançar o seu objetivo. 


Agora pegue a sua agenda e anote as respostas para essas perguntas:

  • Quais são as suas forças? 
  • Quais os 5 pontos que você precisa melhorar? 
  • O que é mais importante para você na vida? 
  • Do que você tem medo? 

Após responder essas perguntas, leia as respostas e trabalhe o seu autoconhecimento. 

2° Autoimagem:

Quando abordamos o tema da autoimagem, estamos nos referindo à maneira pela qual você se percebe.

É fundamental reconhecer que quanto mais sua autoimagem refletir fielmente quem você é, maiores serão as chances de alcançar seus objetivos.

Assim, questione-se: A força que você identifica em si mesmo é a mesma força que as pessoas reconhecem em você? Este questionamento é crucial, pois revela a congruência entre como nos vemos e como somos vistos pelos outros. Portanto, alinhar sua autoimagem à sua verdadeira essência não apenas fortalece sua autoconfiança, mas também potencializa sua capacidade de realizar seus sonhos e objetivos. Lembre-se de que a autoimagem positiva e realista é um pilar para o sucesso pessoal e profissional.

“Tem pessoas que se acham gatinhos, mas são leões.”

A sua autoimagem, de fato, foi construída ao longo da vida, sendo influenciada por reflexos de informações das pessoas ao seu redor. Contudo, esse tipo de informação pode ser negativa e não necessariamente ser condizente com a sua personalidade. Portanto, é essencial avaliar criticamente as percepções externas e buscar compreender-se de maneira mais autêntica e positiva.

3° Autoestima: A sua autoestima interfere na sua oratória, na sua vida financeira, na escolha dos seus amigos, no seu relacionamento e principalmente na sua vida profissional. 

“Autoestima vaza pelos poros” 

Não dá para crescer sozinho, precisamos de pessoas com autoestima elevada.

Hábitos para elevar a autoestima e transmitir autoridade

  1. Busque sempre o lado bom das coisas. 
  2. Tire aprendizados dos acontecimentos negativos e pare de se culpar. 
  3. Gratidão: foque em o que é grato, quando você é grato são liberados neurotransmissores do bem no  cérebro que interfere na autoestima.
  4. Se compare a si, não se compare a ninguém. 

Exercício: Faça o diário da gratidão, anote todos os dias 3 coisas que você foi grata. 

Comunicação Corporal

A nossa comunicação corporal é formada por cada mínimo gesto que fazemos com o nosso corpo. 

Mãos: Existem alguns gestos com as mãos que podem passar insegurança e medo. O ideal é que na comunicação as suas mãos sejam utilizadas com gestos estratégicos. 

Ex: Se você vai falar do passado, utilize mais a mão direita, se vai falar do futuro utilize mais a mão esquerda. 

Faça gestos espelhados: ou seja, repita os gestos das pessoas que está te ouvindo. 

Deixe as suas mãos à mostra (tira do bolso), as mãos são uma extensão da sua fala. 

No início você precisa se esforçar para no momento da comunicação lembrar desses gestos, mas ao longo do tempo vira hábito. 

Postura: Para passar a autoridade desejada você precisa falar com o outro olhando no olho, com postura nos ombros, postura no quadril. 

Uso do espaço: Utilize o espaço físico para se expressar, se é uma apresentação com uma grande plateia você precisa falar para todos e utilizar todo espaço disponível para sua apresentação.

Pensa aí na sua banda preferida, ela tem presença de palco? 

No mundo online, em uma reunião já não é ideal utilizar todo o espaço. 

Olhar:  O olhar é extremamente importante.  

  • Nos stories: olha para a câmera; 
  • Presencial: olha no olho. Se o público é grande, olha para todos. 

O olhar conecta, passa emoção através do seu olhar. 

Sorriso: Sorria sempre que der, mas não dá pra dar feedback negativo sorrindo. Passe a emoção que você deseja passar. 

Roupa e Acessórios: A sua roupa é uma extensão da mensagem que você está falando ou você vai para uma reunião na empresa de short curto e camisa de bloco de carnaval? Não dá. 

Comunicação Interna – Autossabotagem

Todas as pessoas têm 2 vozes internas, uma positiva e outra negativa. Ao longo do seu dia, é necessário decidir, em milésimos de segundos, qual voz falará mais alto em cada situação.

Portanto, “Se você quer mudar os seus resultados, deve mudar os seus comportamentos.”

Baseando-se na premissa do progresso, é essencial pensar: hoje melhor do que ontem.

Assim, permita que a sua voz positiva fale sempre mais alto. Encoraje-se a ir atrás dos seus objetivos e se permita ter uma vida digna. Dessa maneira, ao priorizar a voz interna que apoia e motiva, você abre caminhos para transformações significativas em sua vida.

Canais de Comunicação

Existem três canais de comunicação, e todos nós temos um canal preferido. Eles são, visão, audição e cinestesia.

Vamos entender sobre cada um desses e o que ocorre geralmente com quem tem cada tipo de comunicação:

Visual:  

  • Fala muito rápido;
  • Come as palavras;
  • Faz uso desajeitado das palavras;
  • Descreve as histórias com detalhes;
  • Fica impaciente com explicações longas 
  • Usualmente gostam das coisas limpas
  • Repetem as perguntas antes de responder
  • Usa palavras visuais, como: olha só, olha que cheiro…

Verbal: 

  • Faz descrições longas;
  • Sempre tem uma explicação;
  • Repete para ter certeza que os outros entenderam
  • Usam palavras verbais: Isso me soa bem, ouça um pouco.

Sinestésica:

  • Gesticula muito;
  • Não é um bom ouvinte;
  • Tem que ter quebra de padrão.
  • Perde o interesse no que está ouvindo com facilidade
  • Usam palavras de tato: estou sentindo, esse tema está te tocando, isso é profundo. 

Para conectar com o outro, você deve falar nos primeiros 3 minutos no canal da pessoa. 

Se o público for misto, navegue pelos três canais. 

Tipos de Comunicação

Agressiva: Esse tipo de comunicação não deve ser utilizada. 

  • Usa palavras como: você não sabe, você deveria
  • Postura: Olhar fixo, voz alta, voz intimidadora
  • Gesto: ameaçador 

Comunicação Passiva: Esse tipo de comunicação não deve ser utilizada.

  • Usa palavras como: Talvez, suponho, realmente
  • Quer evitar conflito
  • Evita contato ocular
  • Fica se mexendo
  • Se fecha
  • Voz baixa

Assertiva: Essa, sim, deve ser utilizada. 

  • Olho no olho;
  • Se coloca no lugar do outro
  • É um ouvinte presente 
  • Usa palavras como: eu pensei, sinto, queria, como podemos
  • Postura: contato ocular, mãos soltas, fala fluida, analisa o time. 

A importância de transmitir autoridade

A importância da comunicação para transmitir autoridade é inegável. Por meio de uma comunicação confiante e eficaz, você pode alcançar seus objetivos, seja no ambiente de trabalho, nas relações pessoais ou nas interações online.

Inicialmente, entender os aspectos do “eu”, incluindo o autoconhecimento, a autoimagem e a autoestima, é o primeiro passo para desenvolver uma comunicação mais assertiva.

Além disso, conhecer a si mesmo, aceitar suas forças e fraquezas, e trabalhar para melhorar sua autoestima são fundamentais para transmitir autoridade e confiança.

Ademais, a comunicação corporal desempenha um papel crucial na transmissão de autoridade. Usar gestos estratégicos, manter uma postura firme e fazer uso do espaço disponível são práticas que podem ajudar a aprimorar sua comunicação. Dessa forma, ao integrar esses elementos, você se posiciona de maneira mais poderosa e convincente em qualquer cenário de comunicação.

O olhar e o sorriso também desempenham um papel importante, pois podem transmitir emoção e conexão com o público.

Além disso, compreender os diferentes canais de comunicação e adaptar sua abordagem conforme o público é essencial para estabelecer conexões significativas. Evitar estilos de comunicação agressivos ou passivos e optar pela comunicação assertiva é a chave para construir relacionamentos saudáveis ​​e produtivos.

Em resumo, a comunicação é uma ferramenta poderosa que influencia todos os aspectos de nossa vida. Ao desenvolver habilidades de comunicação confiante e eficaz, você pode transmitir, alcançar seus objetivos e melhorar suas relações pessoais e profissionais.

Portanto, coloque em prática as dicas apresentadas neste artigo e veja como melhorar sua comunicação pode transformar positivamente sua vida.

Leia também:

TIRE SUAS DÚVIDAS NO WHATSAPP

Possui CNH?
Você precisa de qual certificado?