BLOG

O que é um investidor-anjo?

Publicado em 06/05/2018

Alguns pontos são fundamentais quando está a busca de um investidor-anjo.

Neste artigo você vai saber o que é a figura do investidor-anjo e o que deve fazer para atrair um para a sua Startup.

Mas afinal, você sabe o que é o investidor-anjo e como atrair um?

De forma resumida, são pessoas físicas que investem o seu próprio capital em empresas que estão começando. Geralmente são empreendedores com dinheiro em caixa para investir e, por isso, buscam novas ideias que possam lhes dar retorno.

Também costumam ser empresários mais experientes, em busca de diversificar os seus investimentos. Por isso, ao contrário do investidor, que apenas aplica o seu capital, o investidor-anjo pode colaborar também com o seu conhecimento.

Muitos desses investidores veem nas startups (negócios que estão começando) a oportunidade de crescimento. Por isso, a maioria dos investidores-anjos vende a sua participação nos negócios para os sócios originais após obterem o retorno desejado.

Quando buscar um investidor-anjo?

Um bom momento para tomar esta decisão é quando sua empresa estiver madura o suficiente para ampliar os negócios, mesmo que isso signifique necessitar um financiamento.

O investimento anjo, além do aporte financeiro, traz outros benefícios, como a simplicidade da relação (se comparado a um banco, por exemplo), além da já citada expertise do investidor.

Se a sua ideia é mais que apenas uma ideia e pode realmente virar um grande negócio, ela certamente vai atrair os olhares de investidores.

Decisão TJSP – Prestação de Contas ao Investidor-Anjo

Como buscar um investidor-anjo?

Sabendo o valor da sua empresa e aonde quer (e pode!) chegar, agora é hora de buscar recursos para fazer seu negócio acontecer. Aqui vão algumas dicas:

1. Busque mais do que apenas um financiador

O investidor-anjo é alguém que vai se integrar ao projeto. Encontrar alguém que, além de financiar, potencialize a sua empresa é fundamental.

2. Seja realista

Os anjos são, em geral, investidores e empresários experientes. Por isso, seja coerente com suas expectativas de ganhos e crescimento.

3. Mostre que é possível

Um projeto sem ação não passa de mais uma das tantas “grandes ideias” que se perdem no ar. Mostre que, além de uma grande ideia, você tem capacidade de executá-la e transformá-la em um negócio de sucesso.

4. Confiança, sempre!

Confie na sua ideia. Confie no seu projeto. Confie da sua capacidade. Se você não estiver certo de que sua empresa pode alcançar os objetivos, nenhum investidor estará.

Decisão TJSP – Prestação de Contas ao Investidor-Anjo

5. Conheça o futuro anjo

Quando for possível, prospecte os negócios do seu investidor-anjo. Saiba qual é o seu perfil de investidor e tente demonstrar que seu projeto vai ao encontro das suas ideias.

6. Demonstre conhecimento

É claro, isso é sempre fundamental. Mas vá além. Quando for questionado, tenha as respostas na ponta da língua. Estude o mercado, os concorrentes, o público, os clientes. Tenha em mãos cada mínimo detalhe.

Gostou dessas dicas? Então, bora lá procurar um anjo para sua empresa. Até porque, eles não caem do céu!

×

Olá!

Clique aqui e fale conosco diretamente no WhatsApp

× Fale conosco